O rap de São Tomé e Príncipe chega a Galiza

Desde hoje ás 20h em Ourense até domingo em Bueu, o rapper são-tomense Pekagboom vai andar pela Galiza a apresentar a sua música. Temas sociais, corrupção, África sempre presente para um homem que obteve o reconhecimento como melhor rapper de São Tomé e Príncipe no 2016 pelo site Planeta Rap Luso, web de reférencia para o mundo hip hop da lusofonia. Artábria em Ferrol e Gomes Gaioso na Corunha também terão o são-tomense nos seus cenários. Olha algúm vídeo do Pekagboom no interior!

 


O rapper são-tomense Pekagboom vai estar na Galiza para uma pequena tour de concertos. Vejam o percurso dele:

– 4 abril no festival Português Perto. Aquelas nossas músicas em Ourense (20h) + García Mc

– 5 abril Aturuxo Bar (Bueu),

– 6 abril C.S. Gomes Gaioso na Corunha

– 7 abril Fundaçom Artábria em Ferrol

Pércio Sousa Neves e Silva, a.k.a Pekagboom, é um rapper são-tomense radicado em Lisboa. Desde cedo desenvolveu uma paixão pelo rap. Em 2003 quando morava na “Quinta do Mocho”, na capital portuguesa, formou a banda Império Suburbano com outros emigrantes.

Para Pekagboom os seus referentes são o Sam The Kid, Valete (não podia ser de outra maneira!), Azagaia, Kendrik Lamar e Eminem.

Ele fala de temas sociais e políticos: os direitos humanos, as desigualdades, a corrupção…podemos considerá-lo um ativista com rimas e batidas. Atualmente tem um álbum e uma mixtape a solo. O seu último trabalho, Banho Público, fez-lhe ser homenageado em 2017 como melhor rapper de intervenção social na II Gala “África is more” e considerado pelo site Planeta Rap Luso como melhor rapper são-tomense do ano 2016.

É considerado também o melhor álbum de rap são-tomense.

Fonte: lusopatia.wordpress.com


Atención! Este sitio usa cookies e tecnoloxías similares.

Facendo click en aceptar, estás dacordo co seu emprego

Acepto