811
Publicado o 2023-10-20

? Composto por Suso Vaamonde e Darío Xohan Cabana. ? Tocado por Tecor Societário. ? Gravado e misturado por José Aller (Garageland estudio de gravación) ? Ediçom Videoclipe: Aqueladas ? Tecor Societário: Ares (Bateria), Cipri (Baixo), Roi (Acordeom), Marcos (Guitarra), Iago (Gaita) e Xabi (Guitarra e Voz) LETRA Companheiro Daniel de vida inumerável como os astros do céu e os caminhos do mar Na tenebrosa noite da pátria inabitável temos-te num recordo como umha luz alvar A ti falo, Daniel, morto longe da terra és nosso e a tua luz alúmia a “escuridá” que nos deixou a história de três anos de guerra onde os lobos matárom a luz e a “libertá” Companheiro Daniel, as pistolas soavam e enloitárom cunetas com sangue luitador As pistolas soavam e os bandidos berravam a terrível vitória do ódio e do terror E ti foches-te longe predicar no deserto para erguerdes um exército que endejamais luitou e morriches um dia sem veres entreaberto o caminho da volta que a tua “ialma” sonhou “Pro” da pátria abatida e do povo explorado nascimos nós as filhas da morte e do tristém percurando furiosas vingança e novo Estado e umha rubra alvorada sem cabo nem comém E a ti bom companheiro que o furacám aleive matou desesperado na outra banda do mar Prometemos-che a terra dumha Galiza ceive para enterrar os teus ossos onde tenhem que estar.

Utilizamos cookies

Utilizamos cookies no noso sitio web. Algunhas delas son esenciais para o funcionamento do sitio, mentres que outras axúdannos a mellorar este sitio e a experiencia do usuario (cookies de seguimento). Podes decidir por ti mesm@ se queres permitires o uso de cookies ou non. Ten en conta que, se as rexeitares, é posíbel que non poidas utilizar todas as funcións do sitio.